Inscreva-se já.

Diante de tantos questionamentos durante a pandemia, fomos surpreendidos pelo noticiário da proposta de redução do período de afastamento dos profissionais de saúde contaminados com Covid para apenas 5 dias. De certa forma, o próprio CDC estuda redução do período de quarentena, mas também apresentamos artigo que relaciona surto de Covid em instituições de saúde a partir de profissionais contaminados. Tomar decisões neste tempo em que estamos lutando para o controle da pandemia é difícil, mas deve ser tomada com ampla responsabilidade e monitoração rigorosa de suas consequências. Nossa promoção de boas festas foi ampliada até o dia 25/01 e você deve aproveitar para se inscrever em nossos cursos com descontos. Leia mais artigos sobre a pandemia, infecção hospitalar e resistência microbiana neste boletim.

Surto explosivo nosocomial de SARS-CoV-2 em uma clínica de reabilitação: os limites da genômica para reconstrução de surtos

Surtos nosocomiais da síndrome respiratória aguda grave do corinavírus-2 (SARS-CoV-2) são frequentes e representam uma ulterior carga para os sistemas de saúde que lidam com a pandemia de COVID-19. Os autores tiveram como objetivo: estabelecer as vias de transmissão viral, reconstruir a árvore de transmissão, identificar os principais modos de direcionalidade de transmissão, avaliar o impacto das medidas de prevenção e controle de infecção (IPC) no controle do surto e avaliar os fatores de risco para aquisição nosocomial de SARS- CoV-2.

https://www.ccih.med.br/surto-explosivo-nosocomial-de-sars-cov-2-em-uma-clinica-de-reabilitacao-os-limites-da-genomica-para-reconstrucao-de-surtos/

Águas residuais em dois hospitais: resistência a carbapenem e genes associados a bactérias que causam infecções hospitalares

O monitoramento com base em águas residuais usando métodos independentes de cultura pode potencialmente fornecer uma alternativa eficiente às abordagens atuais para monitorar a resistência aos antibióticos.

https://www.ccih.med.br/aguas-residuais-em-dois-hospitais-resistencia-a-carbapenem-e-genes-associados-a-bacterias-que-causam-infeccoes-hospitalares/

Campanha Boas Festas – PRORROGADA

Nossa super campanha de festas de fim de ano foi prorrogada até 25/01/2022!

Não perca essa oportunidade de se qualificar com excelentes professores e conteúdo atualizado, por um valor que cabe no seu bolso!

São 20% de desconto em todas as mensalidades dos cursos MBAs e Cursos de Capacitação Express, caso você se inscreva durante a campanha.

https://www.ccih.med.br/campanha-boas-festas-prorrogada/

Anvisa avança na análise de dados da vacina CoronaVac para crianças

A Anvisa está realizando uma rodada de reuniões sobre a vacina CoronaVac. A atividade faz parte da avaliação do pedido de indicação da CoronaVac para crianças e adolescentes na faixa de 3 a 17 anos e foi dividida em três partes.

https://www.ccih.med.br/anvisa-avanca-na-analise-de-dados-da-vacina-coronavac-para-criancas/ 

Anvisa, Conass e Conasems reúnem-se para aprimorar a vacinação de crianças contra Covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizou, nesta quinta-feira (6/1), uma reunião com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) para aprimorar as recomendações feitas pela Agência para a vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19. O objetivo é garantir uma vacinação segura para todas as crianças do Brasil.

https://www.ccih.med.br/anvisa-conass-e-conasems-reunem-se-para-aprimorar-a-vacinacao-de-criancas-contra-covid-19/

Aumento exponencial do número de casos de Covid-19 a bordo de navios de cruzeiro motivou a recomendação da Anvisa para suspensão da temporada

Chama a atenção a identificação de 502 casos entre tripulantes, o que representa 60% dos casos positivos a bordo das embarcações.

https://www.ccih.med.br/aumento-exponencial-do-numero-de-casos-de-covid-19-a-bordo-de-navios-de-cruzeiro-motivou-a-recomendacao-da-anvisa-para-suspensao-da-temporada/

O CDC expande a elegibilidade da Dose de Reforço e fortalece as recomendações para jovens de 12 a 17 anos

O CDC emitiu uma nota endossando a recomendação do Comitê Consultivo em Práticas de Imunização (ACIP) para expandir a elegibilidade das doses de reforço para aqueles de 12 a 15 anos de idade.

https://www.ccih.med.br/o-cdc-expande-a-elegibilidade-da-dose-de-reforco-e-fortalece-as-recomendacoes-para-jovens-de-12-a-17-anos/

O CDC recomenda Dose de Reforço da Pfizer após 5 meses da dose primária para algumas crianças imunocomprometidas

O CDC atualizou a recomendação de dose de reforço, encurtando o intervalo de 6 meses para 5 meses para pessoas que receberam a vacina Pfizer-BioNTech COVID-19.

https://www.ccih.med.br/o-cdc-recomenda-dose-de-reforco-da-pfizer-apos-5-meses-da-dose-primaria-para-algumas-criancas-imunocomprometidas/

CDC – Relato de casos – Fatores de risco para COVID-19 grave entre pessoas com ≥18 anos de idade que completaram uma série primária de vacinação COVID-19

As vacinas COVID-19 são altamente eficazes contra a hospitalização e morte associadas a COVID-19. Confira quais são os fatores de risco associados com os raros desfechos graves entre vacinados.

https://www.ccih.med.br/cdc-relato-de-casos-fatores-de-risco-para-covid-19-grave-entre-pessoas-com-%e2%89%a518-anos-de-idade-que-completaram-uma-serie-primaria-de-vacinacao-covid-19/

Elaborado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected]  ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104

Colaboradores:

Maria Julia Ricci

E-mail: [email protected]

Linkedin: www.linkedin.com/in/mariajuliaricci

Instagram: @mariajuliaricci_

Antonio Tadeu Fernandes

Luan Alves



Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH, CME e EQS