Estamos perdendo a batalha contra os microrganismos. Há algum tempo não se produz mais novos antibióticos na velocidade que os microrganismos ficam resistentes. A Organização Mundial de Saúde lançou um contundente documento sobre o tema, repleto de exemplos, afirmando entre outras coisas que “a emergência da resistência microbiana é o sinal mais evidentes que nós não temos levado a sério a ameaça das doenças infecciosas”.


Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.