Devido aos vários avanços na assistência de saúde e grande concentração no atendimento de doentes graves, surgem a cada dia mais susceptibilidade de infecções hospitalares. Assim, procedimentos de limpeza e desinfecção de artigos são utilizados em grande escala em ambientes hospitalares.

O processo de limpeza consiste na remoção da sujidade instalada na superfície inerte por processos manuais ou mecânicos. Atualmente existem diversos tipos de lavadoras, além do desenvolvimento tecnológico de insumos como os detergentes enzimáticos, testes de resíduo de sujidade e testes para detectar resíduos de proteína. Assim sendo, surge uma oportunidade de buscar o que já foi escrito sobre validação do processo de limpeza, bem como os meios necessários para isso. Como objeto de estudo foi definido a validação da limpeza dos artigos cirúrgicos.

O estudo tem como objetivos buscar o que já foi escrito sobre o tema validação da limpeza e analisar os diferentes tipos de validação referentes à limpeza. O presente estudo trata-se de uma pesquisa bibliográfica com levantamento nas principais bases de dados. Foram escolhidas publicações dos últimos dez anos, com palavras chaves pertinentes ao tema. Foram encontrados cinco artigos referentes ao tema.

Percebemos que existem ainda poucos trabalhos relacionados ao tema e esperamos que essa pesquisa possa servir de incentivo a outros autores para buscar mais sobre a validação da limpeza, tendo em vista que esse é um assunto de suma importância para a garantia de uma adequada esterilização do artigo usado pelo cliente. O Centro de Material possui grande responsabilidade no que diz respeito à segurança do paciente, devido a isso, é importante que as Centrais evoluam na sua estrutura organizando sua melhoria e assegurando sua competência.

 

Autoras: Karla Luiza Ramos Tavares; Débora do Carmo Luiz e Camila Rosas Neves

 


Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.