Inscreva-se já.

Campanha visa conscientizar e promover um cuidado de qualidade

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), por meio de seu Centro Latino-Americano de Perinatologia (CLAP), lançou nesta terça-feira (1/2) uma campanha para conscientizar e promover um cuidado de qualidade dos recém-nascidos durante os primeiros 28 dias de vida, período em que correm maior risco de morrer.

A campanha “28 dias, tempo de cuidar e amar” busca aumentar os conhecimentos, habilidades e autoconfiança de mães, pais, familiares e cuidadores de recém-nascidos, e conscientizar profissionais de saúde sobre a importância das boas práticas de cuidado para reduzir a mortalidade neonatal.

Entre essas práticas estão o contato pele a pele, o aleitamento materno exclusivo, manutenção do cordão umbilical limpo e seco e administração de vitamina K ao nascer, entre outras.

Na América Latina e no Caribe, 7 em cada mil crianças não chegam ao primeiro mês de vida, uma taxa que varia de 1,7 em Aruba e 2,3 em Cuba, 18 na República Dominicana e 32 no Haiti. Além disso, essas mortes correspondem a quase metade de todas as mortes de bebês no primeiro ano de vida e a maioria acontece por causas evitáveis.

A OPAS também lançará um aplicativo com informações direcionadas a mães, pais, famílias, cuidadores e profissionais de saúde com dicas sobre cuidados com bebês. A Organização também disponibilizará aos países um documento com 10 diretrizes técnicas destinadas aos tomadores de decisão para implementar políticas que melhorem a saúde dos recém-nascidos na região das Américas.

https://www.paho.org/pt/noticias/31-1-2022-opas-lanca-campanha-sobre-importancia-do-cuidado-dos-recem-nascidos-durante-os

Editado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected]  ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express