Trata-se de um estudo bibliográfico, que tem como objetivo geral conhecer a Infecção Hospitalar (IH) em unidade de terapia intensiva (UTI) e a atuação do enfermeiro no controle deste agravo, a partir da análise de algumas variáveis e da descrição da atuação do enfermeiro dentro desse contexto.

A Infecção Hospitalar em UTI no Brasil é uma realidade de constante preocupação e impacto na saúde e na qualidade da assistência prestada aos indivíduos internados nessas unidades, e por tanto requer atenção e estudos específicos para que possa ser compreendida de forma abrangente e consequentemente possibilite uma prevenção e controle cada vez maior e contínuo.

Durante o estudo em questão, foi percebida a importância de conhecer a relação que algumas variáveis têm no surgimento da IH, assim como, esclarecer que embora o enfermeiro tenha uma atuação histórica no controle da IH e na maioria das vezes um maior envolvimento e contato com as ações de controle, esse papel não cabe somente a esta categoria profissional, mas se estende aos demais profissionais da área da saúde, como também a seus gestores.

 

Autoras: DAIANE SANTOS SILVA e MILENA GUIMARÃES GAMA ASSIS

 


Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.