Inscreva-se já.

Dados do CDC

O que já se sabe sobre este tema?

Adultos com idade ≥18 anos relataram reações adversas com menos frequência após o recebimento de uma dose de reforço homóloga de Pfizer-BioNTech COVID-19 do que após a segunda dose primária.

O que é adicionado por este relatório?

Entre as pessoas com idade entre 12 e 17 anos, as reações após a vacinação de reforço Pfizer-BioNTech foram geralmente leves a moderadas e transitórias; a frequência de reações locais e sistêmicas relatadas após uma dose de reforço foi igual ou ligeiramente maior do que após a segunda dose primária. A miocardite foi relatada com menos frequência após uma dose de reforço do que uma segunda dose primária.

Quais são as implicações para a prática de saúde pública?

Os profissionais de saúde, pais e adolescentes devem ser informados de que reações locais e sistêmicas são esperadas entre adolescentes após uma vacinação de reforço homóloga Pfizer-BioNTech e que eventos adversos graves são raros.

https://www.cdc.gov/mmwr/volumes/71/wr/mm7109e2.htm?s_cid=mm7109e2_x

Editado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected]  ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express