NOTA DE ESCLARECIMENTO

Prezados alunos, nosso curso, apesar de ser presencial, há mais de 10 anos vem aperfeiçoando a gravação das aulas como ferramenta didática. Já utiliza as redes sociais, particularmente o WhatsApp, para comunicação e troca de experiências entre os alunos. Além disso, há mais de um ano vem aprimorando o programa SuperAção, no qual debatemos e tiramos dúvidas dos participantes com profissionais de renome, a maioria nossos professores.

Assim sendo, estamos aptos a adaptar a continuidade de nossas atividades didáticas, mesmo que a situação epidemiológica da pandemia de coronavírus se agrave ou autoridades proíbam a ocorrência de aulas presenciais.

Organizamos esquema emergencial para não interromper nossos cursos, que provam o que disse a OMS: o controle de infecções deve ser prioritário para todas as nações e instituições de saúde.

Esta pandemia comprova na prática a crucial importância do conteúdo ministrado em nossas aulas. Temos a obrigação ética, científica e social do melhor ensino na prevenção e controle de infecções. Como controladores de infecção renomados, não vamos contribuir para espalhar pânico com medidas exageradas, mas nem expor nossos alunos e professores a atividades de risco. E tenham certeza: vocês são os profissionais mais importantes da humanidade neste momento e o que ensinamos torna-se precioso para a promoção da saúde. Então, vamos continuar nossas atividades didáticas e profissionais. Estamos alerta e atualizaremos constantemente as orientações.

Parabéns e obrigado queridos alunos, por confiarem em nossa equipe para adquirir conhecimentos essenciais para a qualidade da assistência, diminuindo riscos de adversidades e efetivamente aprimorar a segurança dos profissionais de saúde, seus familiares e dos pacientes.  Está confirmado nosso lema: CCIH, da segurança do paciente à segurança da humanidade.

Antônio Tadeu Fernandes


Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.