Este trabalho tem como objetivo mostrar a importância da limpeza e desinfecção dos endoscópios flexíveis, tanto na correta manutenção destes caros equipamentos como na prevenção de infecções cruzadas.

Nos dias atuais estes equipamentos representam grande importância no diagnóstico e na detecção de patologias do sistema gastrointestinal, e se não forem observadas e seguidos os protocolos de limpeza e desinfecção podem transmitir infecções de um paciente a outro, assim como aos colaboradores do setor. As normativas avançam no sentido de orientar e estabelecer os profissionais neste processo.

O processo de desinfecção é de extrema importância, assim como o desinfetante utilizado. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica com levantamento de materiais através do banco de dados Scielo, da biblioteca Virtual Birene e de livros.

Finalizando, conclui-se que os processos de limpeza e de desinfecção ainda geram dúvidas e dificuldades entre os colaboradores do setor, desta forma faz-se necessário mais estudos e mais pesquisas acerca de assunto.

 

Autora: SIMONE LEANDRO

 


Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.