Inscreva-se já.

Nesta semana na TV CCIH saiba como começar seu trabalho em CME e CCIH, além do novo MBA sobre epidemiologia hospitalar, qualidade e segurança do paciente. Nos artigos destacamos: lotes interditados da Coronavac; novos medicamentos para Covid; orientações sobre precauções durante atendimento a pacientes com Covid; instituições de loga permanência; e nova tecnologia para sonda vesical que pode reduzir biofilmes.

Programação da TV CCIH de 13 a 19 de setembro

Como começar seu trabalho em CCIH e CME? Responderemos estas questões nos encontros com professores. Para os alunos veja com os professores Felipe Tuon e Laura Czekter como interpretar um antibiograma. De quebra o lançamento oficial de nosso novo MBA, outra grande novidade do mês de setembro. Veja a programação, que fica gravada para quem não puder participar ao vivo.

https://www.ccih.med.br/programacao-da-tv-ccih-de-13-a-18-de-setembro-2021/

Nova plataforma EAD para nossos cursos

Já está no ar a nova plataforma EAD para nossos cursos.

https://aulasonline.ccih.med.br/

Webinar da Anvisa aborda precauções nos serviços de saúde

A Anvisa informa que na próxima quinta-feira (16/9), a partir das 10h, irá realizar um seminário virtual que visa atualizar os serviços de saúde sobre medidas de precaução, dando ênfase à precaução e ao isolamento para Covid-19 e a microrganismos multirresistentes.

Na ocasião, os participantes poderão esclarecer dúvidas sobre o tema. Para participar do evento, acesse o link abaixo para maiores informações. Não é preciso fazer cadastro prévio.

https://www.ccih.med.br/webinar-da-anvisa-aborda-precaucoes-nos-servicos-de-saude/

Atualização das ações sobre os lotes interditados da vacina CoronaVac

A Anvisa informa que, após a reunião ocorrida na segunda-feira, dia 6/9, o Instituto Butantan enviou um conjunto de documentos referentes aos lotes interditados da vacina CoronaVac e seu local de fabricação, mas a agência concluiu que eles não respondem satisfatoriamente a todas as incertezas sobre o novo local de fabricação.

https://www.ccih.med.br/atualizacao-das-acoes-sobre-os-lotes-interditados-da-vacina-coronavac/

Anvisa autoriza uso emergencial de mais um medicamento contra Covid-19

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou, nesta quarta-feira (8/9), a autorização temporária de uso emergencial (AUE), em caráter experimental, do medicamento Sotrovimabe. Esse é o quinto medicamento autorizado no Brasil para tratamento da Covid-19, sendo o quarto em uso emergencial.

https://www.ccih.med.br/anvisa-autoriza-uso-emergencial-de-mais-um-medicamento-contra-covid-19/

Atualização da Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020

Foi divulgada no último dia 09 uma atualização da NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020 – Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

https://www.ccih.med.br/atualizacao-da-nota-tecnica-gvimsggtesanvisa-no-042020/

Diretora da OPAS pede que países priorizem mulheres grávidas e lactantes na vacinação contra COVID-19

Alertando que a COVID-19 representa um sério risco para mulheres grávidas na América Latina e no Caribe, a diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, pediu aos países que priorizem gestantes e lactantes na vacinação contra a doença.

https://www.ccih.med.br/diretora-da-opas-pede-que-paises-priorizem-mulheres-gravidas-e-lactantes-na-vacinacao-contra-covid-19/

CDC – Recomendações provisórias de prevenção e controle de infecções para prevenir a propagação de SARS-CoV-2 em instituições de longa permanência

O Centers for Disease Control and Prevention (CDC) atualizou seu documento sobre prevenção e controle de COVID-19 em instituições de longa permanência (ILPs), com novas orientações de resposta a surtos, recomendações de teste de triagem para profissionais de saúde, recomendações atualizadas para quarentena de residentes totalmente vacinados e um guia de visitação atualizado.

https://www.ccih.med.br/cdc-recomendacoes-provisorias-de-prevencao-e-controle-de-infeccoes-para-prevenir-a-propagacao-de-sars-cov-2-em-instituicoes-de-longa-permanencia/

CDC – Hospitalizações associadas ao COVID-19 entre crianças e adolescentes nos Estados Unidos – 14 de agosto de 2021

COVID-19 pode causar doenças graves em crianças e adolescentes.

https://www.ccih.med.br/cdc-hospitalizacoes-associadas-ao-covid-19-entre-criancas-e-adolescentes-nos-estados-unidos-14-de-agosto-de-2021/

CDC – Sintomas de longo prazo entre adultos testados para SARS-CoV-2 – Estados Unidos, janeiro de 2020 a abril de 2021

Os sintomas de longo prazo associados ao COVID-19 representam um problema emergente de saúde pública.

https://www.ccih.med.br/cdc-sintomas-de-longo-prazo-entre-adultos-testados-para-sars-cov-2-estados-unidos-janeiro-de-2020-a-abril-de-2021/

A OMS publica uma orientação provisória sobre a imunização COVID-19 em refugiados e migrantes

Embora todos sejam afetados pela pandemia COVID-19, o impacto não é compartilhado igualmente. Refugiados e migrantes têm maior probabilidade de sofrer uma carga maior de infecção por COVID-19 e serem desproporcionalmente representados em casos, hospitalizações e mortes. A OMS publicou a Orientação Provisória “Imunização para COVID-19 em refugiados e migrantes: princípios e considerações chave”.

https://www.ccih.med.br/a-oms-publica-uma-orientacao-provisoria-sobre-a-imunizacao-covid-19-em-refugiados-e-migrantes/

Controle e prevenção de infecção personalizados: identificando pacientes em risco de infecções relacionadas a cuidados de saúde

O estudo teve como objetivo avaliar o risco relativo de desenvolver os tipos de IRAS mais frequentes no ambiente hospitalar. Os fatores de risco incluídos levaram em consideração as informações disponíveis na admissão e que podem ser utilizados para adaptar intervenções para gerenciar o risco específico de cada paciente.

https://www.ccih.med.br/controle-e-prevencao-de-infeccao-personalizados-identificando-pacientes-em-risco-de-infeccoes-relacionadas-a-cuidados-de-saude/

Um novo design de cateter urinário reduz a formação de biofilme in vitro por meio de influência hidrodinâmica

Hoje o cateter de Foley (FC) é ainda o mais utilizado, contudo, é fundamental que sejam realizadas melhorias de design de forma a influenciar a formação de biofilme – o que pode ser feito, por exemplo, por meio da alteração de propriedades hidrodinâmicas. A meta foi avaliar, in vitro, se um sistema modificado de drenagem pode influenciar a formação de biofilme de diversas espécies patogênicas e reduzir a incidência de infecções.

https://www.ccih.med.br/um-novo-design-de-cateter-urinario-reduz-a-formacao-de-biofilme-in-vitro-por-meio-de-influencia-hidrodinamica/

Prevalência e importância da contaminação bacteriana de produtos de células-tronco autólogas

Uma etapa crítica no procedimento de transplante, ainda são limitadas e conflitantes as informações sobre a prevalência de contaminação desses produtos; e seu manejo ideal permanece obscuro. O objetivo do estudo foi determinar a prevalência da contaminação microbiana em uma grande coorte de receptores de células-tronco autólogas; além disso, visou descrever o manejo e o resultado obtido nos receptores que receberam produtos contaminados.

https://www.ccih.med.br/prevalencia-e-importancia-da-contaminacao-bacteriana-de-produtos-de-celulas-tronco-autologas/

Consequências clínicas de hemoculturas contaminadas em pacientes adultos hospitalizados em uma instituição que utiliza um sistema rápido de identificação de hemocultura

A recente introdução de testes diagnósticos rápidos de base molecular encurtou significativamente o tempo necessário para definir a presença de patógenos na hemocultura. Este estudo teve como objetivo avaliar o impacto de hemoculturas contaminadas na duração da internação hospitalar e antibioticoterapia entre pacientes hospitalizados em uma instituição onde a identificação rápida de hemocultura estava em uso.

https://www.ccih.med.br/consequencias-clinicas-de-hemoculturas-contaminadas-em-pacientes-adultos-hospitalizados-em-uma-instituicao-que-utiliza-um-sistema-rapido-de-identificacao-de-hemocultura/

Avaliação do uso de peroxido de hidrogênio seco na redução da biocarga microbiana em uma unidade de saúde.

Este estudo foi realizado para avaliar a eficácia do peroxido de hidrogênio seco (DHP) na descontaminação microbiana do ar e das superfícies inanimadas como um complemento para a rotina de limpeza e desinfecção em um grande hospital urbano.

https://www.ccih.med.br/avaliacao-do-uso-de-peroxido-de-hidrogenio-seco-na-reducao-da-biocarga-microbiana-em-uma-unidade-de-saude/

Sinopses por Laura Czekster Anthochevis

Contatos: [email protected] ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104

Colaboração: Antonio Tadeu Fernandes e

Maria Julia Ricci

Contatos: E-mail: [email protected] ou Linkedin: www.linkedin.com/in/mariajuliaricci

Instagram: @mariajuliaricci_



Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH, CME e EQS