Nossa colaboradora Laura Czekster Antochevis sintetizou importantes recomendações publicadas recentemente por entidades de credibilidade, baseadas em evidências científicas. Dos temas discutidos neste novo boletim, destacamos: modos comprovados de transmissão do Covid-19 e suas implicações no uso correto de EPI, relação de artigos selecionados pela OMS, guia de desinfecção para os domicílios, recomendações para odontologia, como diferenciar gripe e infecção pelo Covid-19, como os serviços de saúde devem se estruturar e tratamento com cloroquina e hidroxicloroquina.

Outro tema altamente polêmico está sendo a “esterilização das máscaras N95. Vamos discutir esse tema com especialistas de renome em dois SuperAção esta semana: na terça (31/03) receberemos o engenheiro Lucio Flavio, que entre outras ações que a engenharia pode fazer para prevenir a disseminação aérea de infecção, como sistemas de condicionamento de ar, gradientes pressóricos, discutirá sobre vários tipos de filtros, por que saturam e se contaminam e quais as possíveis vantagens e desvantagens de seu processamento. Já na quinta-feira a professora Kazuko debaterá os métodos de como fazer esse reprocessamento, avaliando os principais artigos publicados. Assista, sempre as 20:00 horas em nossas redes sociais e no nosso canal do YouTube, que aliás você deve se inscrever para acompanhar todas as atividades desse relacionadas à prevenção e controle de infecções neste momento crítico. 

OMS atualizou modo de transmissão do SARS-Cov-2 e suas implicações nas recomendações para prevenção e controle da infecção 

A OMS liberou uma nota reforçando o impacto da forma de transmissão do novo coronavírus, do que se sabe até então, nos tipos de EPIs a serem utilizados:

O COVID-19 é transmitido entre as pessoas de duas formas:

– Gotículas respiratórias, quando uma pessoa está em contato próximo (<1m) com alguém sintomático (tossindo ou espirrando), expondo sua mucosa (boca e nariz) e conjuntiva à essas gotículas potencialmente contaminadas (que possuem cerca de 5-10µm de diâmetro).

– Contato com fômites (incluindo aqui estetoscópios e termômetros) de pessoas infectadas e as superfícies que elas possam ter tocado.

A transmissão aérea é diferente da transmissão por gotículas pois os micróbios estarão contidos em partículas de <5µm de diâmetro, que resultam da evaporação de gotículas maiores ou existem em partículas de poeira. Eles podem permanecer no ar por longos períodos de tempo e serem transmitidos a outras pessoas a distâncias superiores a 1m.

No contexto do COVID-19, a transmissão pode acontecer durante os procedimentos que geram aerossóis (intubação endotraqueal, broncoscopia, ventilação manual, colocando o paciente na posição prona, traqueostomia, entre outros).

Eles trazem algumas evidências interessantes sobre o COVID-19: analisando 75465 casos na China, a transmissão aérea não foi reportada; apenas um estudo isolou o vírus de apenas uma amostra de fezes; não foram reportados casos de transmissão fecal-oral até agora; uma recente publicação no New England Journal of Medicine sobre a persistência do vírus no ar por 3h deve ser lida com ressalvas, visto não reproduzir tão bem o ambiente clínico de produção de aerossóis; entre outros.

Dadas estas informações, a OMS continua a recomendar precauções de gotícula e de contato para aquelas pessoas cuidado de pacientes COVID-19, e precauções de contato e aérea para circunstâncias em que aerossóis serão gerados. Essa recomendação está em sintonia com as orientações dadas pela Sociedade Europeia de Medicina Intensiva e Sociedade de Medicina de Cuidados Intensivos, assim como Austrália, Canadá e Reino Unido.

Por outro lado, o CDC e o Centro Europeu de Controle de Prevenção de Doenças recomendam a precaução aérea para quaisquer situações envolvendo pacientes COVID-19, e consideram o uso de máscaras  como uma opção nos casos de falta  dos respiradores N95, PFF2 e PFF3.

A OMS  enfatiza a importância do uso racional e adequado dos todos os EPIs, além da importância das demais medidas de prevenção: higiene frequente das mãos, etiqueta respiratória, distanciamento das pessoas e evitar o contato desprotegido com pessoas apresentando febre e sintomas respiratórios.

https://www.who.int/news-room/commentaries/detail/modes-of-transmission-of-virus-causing-covid-19-implications-for-ipc-precaution-recommendations

#CORONAVÍRUS: Consultas rápidas para profissionais da saúde 

A OMS disponibiliza links rápidos para consultas específicas sobre o novo coronavírus. As publicações direcionadas aos profissionais de saúde falam sobre: importância das estratégias de controle de infecção nos casos suspeitos de COVID-19; riscos de exposição ao COVID-19 no que tange os profissionais de saúde; uso racional de EPIs e muito mais. Uma boa fonte de referências fidedignas para a criação dos protocolos do seu hospital.

Confira em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/technical-guidance/health-workers 

Guia de Desinfecção para superfícies: dicas para seguir em casa 

Como parte das medidas diárias de prevenção de infecções, o CDC traz um guia de limpeza e desinfecção das superfícies como mesas, interruptores de luz e maçanetas.

Confira em: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/prevent-getting-sick/disinfecting-your-home.html?CDC_AA_refVal=https%3A%2F%2Fwww.cdc.gov%2Fcoronavirus%2F2019-ncov%2Fprepare%2Fdisinfecting-your-home.html 

Tenho uma pessoa doente em casa, como cuidá-la?

A maioria das pessoas que se infectarem pelo novo coronavírus apresentarão sintomas leves, e, portanto, farão isolamento domiciliar. Segundo a OMS, quais os cuidados que o doente e seus acompanhantes devem ter? Monitorar uma possível piora dos sintomas, prevenir a disseminação do vírus, administrar medicamentos que diminuam os sintomas são algumas das orientações.

Confira em: https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/if-you-are-sick/care-for-someone.html

CDC lança recomendações para a Odontologia

Adiar procedimentos eletivos, cirurgias e consultas odontológicas não urgentes e conhecer as medidas a serem tomadas se um paciente com sintomas de COVID-19 entrar em suas instalações são algumas das dicas disponibilizadas em https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/hcp/dental-settings.html. 

Saiba quais são as semelhanças e diferenças entre COVID-19 e gripe

Apesar de os sintomas das duas doenças serem parecidos, existem diferenças importantes entre os dois vírus e o modo como se disseminam.

A Organização Pan-Americana de Saúde comparou as duas e esclarece essa questão.

https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6126:saiba-quais-sao-as-semelhancas-e-diferencas-entre-covid-19-e-gripe&Itemid=812

Diretora da OPAS pede que ministros da Saúde reorganizem serviços para atender pacientes com COVID-19 e salvar vidas 

“A mensagem é clara: agora é a hora de os países aumentarem sua capacidade de detectar casos, cuidar de pacientes e garantir que os hospitais tenham o espaço, suprimentos e funcionários necessários para prestar os atendimentos”, afirmou Etienne durante sua teleconferência semanal com os ministros da Saúde da Região das Américas.

https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6122:diretora-da-opas-pede-que-ministros-da-saude-reorganizem-servicos-para-atender-pacientes-com-covid-19-e-salvar-vidas&Itemid=812 

Ministério da Saúde libera orientações sobre o uso de cloroquina para pacientes COVID-19 

O Ministério da Saúde publicou uma Nota Informativa que trata do uso do medicamento Cloroquina como terapia auxiliar no tratamento de casos graves de Covid-19 para pacientes hospitalizados. A Nota nº 5/2020-DAF/SCTIE/MS foi divulgada na tarde desta sexta-feira (27).

Fonte: https://www.ccih.med.br/nota-informativa-no-52020-dafsctiems/

SBI libera documento resumindo principais orientações da Nota Técnica da ANVISA de 21 de março de 2020 sobre “Medidas de Prevenção que devem ser adotadas na assistência a pacientes com suspeita ou confirmação de COVID-19” 

Construídos por infectologistas do Paraná, o texto traz os pontos mais relevantes da NT.

https://www.infectologia.org.br/admin/zcloud/125/2020/03/0f40fba69576cfc958102309da4ba5eaf13f1d0050c740a5f71fa96bbacad846.pdf 

Liberada pesquisa com hidroxicloroquina para o tratamento de COVID-19 

A ANVISA autorizou o Hospital Albert Einstein e colaboradores a iniciarem as pesquisas sobre o tratamento para o COVID-19, envolvendo as drogas hidroxicloroquina e  azitromicina.  Será realizado um estudo clínico para avaliação da segurança e eficácia clínica dos medicamentos, avaliando separadamente o impacto nos casos leves, moderados e graves da doença.

http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/covid-19-liberada-pesquisa-com-hidroxicloroquina/219201?p_p_auth=wv1qarGN&inheritRedirect=false&redirect=http%3A%2F%2Fportal.anvisa.gov.br%2Fnoticias%3Fp_p_auth%3Dwv1qarGN%26p_p_id%3D101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3D_118_INSTANCE_KzfwbqagUNdE__column-2%26p_p_col_count%3D2

Desinfecção de locais públicos: cheque os procedimentos 

A ANVISA apresenta nota técnica apresenta recomendações e alertas sobre os procedimentos de desinfecção de locais públicos durante a pandemia de Covid-19.

http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/desinfeccao-de-locais-publicos-cheque-os-procedimentos/219201?p_p_auth=wv1qarGN&inheritRedirect=false&redirect=http%3A%2F%2Fportal.anvisa.gov.br%2Fnoticias%3Fp_p_auth%3Dwv1qarGN%26p_p_id%3D101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3D_118_INSTANCE_KzfwbqagUNdE__column-2%26p_p_col_count%3D2

Comentários elaborados por: Laura Czekster Antochevis


Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.