Promoção Juho Azul Celeste - Inscrição por apenas R$ 50,00 e mensalidades por apenas R$ 200,00

Para adultos mais velhos, o diagnóstico excessivo de infecções do trato urinário (ITUs) é o principal motivador do uso inadequado de antibióticos. Neste estudo, o objetivo foi compreender como a comunicação do provedor de saúde e a dinâmica do relacionamento no pronto-socorro para identificar barreiras à administração eficaz de antibióticos para ITUs.

Qual a justificativa do estudo?
Para adultos mais velhos, o diagnóstico excessivo de infecções do trato urinário (ITUs) é o principal motivador do uso inadequado de antibióticos. Esse risco aumenta para pacientes em instituições de longa permanência (long-term care facilities – LTCF), especialmente à medida que transitam frequentemente para os departamentos de emergência (DE).

Qual o objetivo do estudo?
Neste estudo, o objetivo foi compreender como a comunicação do provedor de saúde e a dinâmica do relacionamento afetam os residentes de LTCF tratados no pronto-socorro para identificar barreiras à administração eficaz de antibióticos para ITUs.

Qual metodologia foi empregada?
Foram conduzidas entrevistas semiestruturadas com enfermeiras e médicos de LTCF e DEs, de acordo com as orientações da estrutura (framework) da System Engineering Initiative for Patient Safety (Iniciativa de Engenharia de Sistemas para Segurança do Paciente). Os dados foram codificados sistematicamente e submetidos à análise de conteúdo interativa convencional.

Quais os principais resultados?
Foram entrevistados 16 funcionários de LTCF e 16 de ED em Wisconsin (EUA). Enfermeiros de ED e LTCF têm um papel crítico tanto na comunicação interinstitucional quanto na interinstitucional. A comunicação fragmentada e a dinâmica de poder interprofissional foram barreiras identificadas para a prescrição de antibióticos ideal para ITUs. As estratégias identificadas para superar esses problemas incluíram o uso de critérios diagnósticos objetivos, o desenvolvimento de roteiros de comunicação e a educação de enfermeiro-a-enfermeiro.

Quais as conclusões e recomendações finais?
A abordagem qualitativa revelou insights importantes sobre como a comunicação e a dinâmica do relacionamento influenciam o diagnóstico de ITUs e a administração ótima de antibióticos para residentes de LTCF avaliados no ED. As intervenções futuras devem fortalecer as comunicações entre os ambientes e entre os tipos de provedores e abordar a padronização das vias de comunicação de diagnóstico e tratamento para residentes de LTCF com suspeita de infecções e transitando entre EDs e LTCFs.

Que críticas e observações finais?
A comunicação é um fator fundamental na prática de atividades relacionadas aos cuidados em saúde. É indispensável que os profissionais de saúde saibam se comunicar de modo eficiente dentro do próprio time/instituição, com outros times/departamentos e com os pacientes.
A comunicação é ainda mais fundamental quando falamos de IPC e portanto é importante que se criem estratégias e ambientes que permitam comunicação adequada, já que esta pode ser uma grande aliada na prevenção e combate de infecções.
Ressaltamos ainda, o uso crescente a utilização de pesquisas qualitativas para idenficar oportunidades de melhoria no atendimento à saúde, integração entre os profissionais de saúde e mudanças comportamentais.

Fonte: Valmadrid LC, Schwei RJ, Maginot E, Pulia MS. The impact of health care provider relationships and communication dynamics on urinary tract infection management and antibiotic ITUlization for long-term care facility residents treated in the emergency department: A qualitative study. Am J Infect Control. 2021 Feb;49(2):198-205
Sinopse por: Maria Julia Ricci

Contato: [email protected]



Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH e CME.