Inscreva-se já.

As recomendações do CDC foram atualizadas para incluir testes de animais com uma ligação epidemiológica ao SARS-CoV-2 (ou seja, exposição a pessoas ou animais com infecção), independentemente da apresentação clínica do animal.

Novas recomendações aplicáveis especificamente ao vison cultivado foram incluídas.

A orientação do CDC foi desenvolvida para uso por veterinários estaduais de saúde pública, funcionários estaduais de saúde animal, veterinários, biólogos e especialistas em saúde da vida selvagem.

O teste de rotina em animais para SARS-CoV-2, o vírus que causa COVID-19 em humanos, não é recomendado atualmente.

A decisão de testar um animal, incluindo animais de companhia, gado ou animais de produção, animais de zoológico ou animais selvagens (tanto em cativeiro quanto em liberdade), deve ser acordada usando uma abordagem One Health com os profissionais de saúde pública locais, estaduais e/ou federais.

Os veterinários são encorajados a considerar outras causas mais comuns de doença em animais e devem usar seu julgamento clínico ao decidir se testam a SARS-CoV-2 em animais.

Testar animais selvagens para SARS-CoV-2 pode ser apropriado para vigilância baseada em eventos de morbidade e mortalidade, garantindo a saúde de espécies ameaçadas ou em perigo, ou para fins de pesquisa.

https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/animals/animal-testing.html

Editado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected] ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express