Inscreva-se já.

Pontos chave:

  • As vacinas COVID-19 protegem todas as pessoas com 5 anos ou mais de infecção e de doenças graves, e reduzem significativamente a probabilidade de hospitalização e morte.
  • Ser vacinado é a melhor maneira de retardar a disseminação de COVID-19 e prevenir a infecção por Delta ou outras variantes.
  • Uma infecção de escape da vacina ocorre quando uma pessoa totalmente vacinada é infectada com COVID-19, e essas pessoas podem transmitir COVID-19 a outras pessoas.
  • Mesmo se você estiver totalmente vacinado, se você mora em uma área com transmissão substancial ou alta de COVID-19, você – assim como sua família e comunidade – estará mais protegido se usar máscara quando estiver em locais públicos fechados.
  • Pessoas que são imunocomprometidas nem sempre podem construir níveis adequados de proteção após uma série inicial de vacina primária de 2 doses de vacina para COVID-19 de mRNA. Eles devem continuar a tomar todas as precauções recomendadas para pessoas não vacinadas, até que o contrário seja aconselhado por seu profissional de saúde. Além disso, o CDC recomenda que as pessoas imunocomprometidas moderadamente a gravemente recebam uma dose adicional da vacina.

O que sabemos sobre infecções de escape em vacinados

  • São esperadas infecções de escape em vacinados. As vacinas COVID-19 são eficazes na prevenção da maioria das infecções. No entanto, como outras vacinas, não são 100% eficazes.
  • Pessoas totalmente vacinadas com uma infecção têm menos probabilidade de desenvolver doenças graves do que aquelas que não foram vacinadas e se infectam com COVID-19.
  • Mesmo quando pessoas totalmente vacinadas desenvolvem sintomas, eles tendem a ser menos graves do que em pessoas não vacinadas. Isso significa que eles têm muito menos probabilidade de serem hospitalizados ou morrer do que as pessoas que não foram vacinadas.

https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/vaccines/effectiveness/why-measure-effectiveness/breakthrough-cases.html

Editado por Laura Czekster Antochevis

Contatos: [email protected]  ou http://linkedin.com/in/laura-czekster-antochevis-457603104



Ficou interessado? Veja nossos cursos MBA em CCIH, CME e EQS