Inscreva-se já.

Embora todos sejam afetados pela pandemia COVID-19, o impacto não é compartilhado igualmente. Refugiados e migrantes têm maior probabilidade de sofrer uma carga maior de infecção por COVID-19 e serem desproporcionalmente representados em casos, hospitalizações e mortes.

Com base em uma recente revisão global da OMS dos Planos Nacionais de Implementação e Vacinação (NDVPs) e na experiência de sua implementação da vacina em todo o mundo, além de revisões da literatura e orientações da OMS já existentes, em 31 de agosto de 2021 a OMS publicou a Orientação Provisória “Imunização para COVID-19 em refugiados e migrantes: princípios e considerações chave”. O documento fornece informações sobre os principais desafios e barreiras ao acesso aos serviços de vacinação, como estigma, exclusão e desconfiança, resultando em baixa aceitação da vacina e hesitação; falta de meios financeiros e de informação; medos em relação ao custo, segurança e deportação ou detenção.

A orientação provisória apresenta boas práticas e destaca princípios e considerações fundamentais derivados de direitos e políticas e práticas para garantir que refugiados e migrantes tenham acesso equitativo à implantação da vacinação COVID-19, e que as barreiras que os impedem de acessar os serviços sejam devidamente tratadas. Princípios e considerações incluem a garantia de acesso universal e igualitário à vacina COVID-19 para refugiados e migrantes, independentemente do status de migração, com acesso igual ao dos nacionais; abordar as barreiras que impedem os refugiados e migrantes de acessar os serviços de vacinação COVID-19 e viagens internacionais; promoção da aceitação da vacina e abordagem da hesitação vacinal; envolver as comunidades no planejamento e implementação da vacinação para COVID-19 e melhorar a comunicação eficaz para construir confiança e combater a desinformação; desenvolver abordagens inovadoras e estratégias de vacinação para refugiados e migrantes que vivem em áreas de difícil acesso.

https://www.who.int/news/item/03-09-2021-who-issues-an-interim-guidance-on-covid-19-immunization-in-refugees-and-migrants



Ficou interessado? Conheça nossos cursos MBA's e Express