Sou médico, formado em 1974, com residência em infectologia e mestrado pela Medicina Preventiva, tudo realizado na Faculdade de Medicina da USP. Atuo em controle de infecção desde o final dos anos 70, tendo sido responsável pela CCIH de vários hospitais da cidade de São Paulo. Desde o início de minha atividade profissional concentro esforços para desenvolver competências em controle de infecção.

Na década de oitenta criei e organizei as reuniões do Núcleo Paulista de Estudos em Controle de Infecção, que em 1987 foi transformado na Associação Paulista de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar (APECIH), da qual fui seu primeiro presidente. Participei ativamente das atividades dos Centros de Estudo sobre Controle de Infecção do Ministério da Saúde, que foi responsável pela formação de mais de 12 mil profissionais de saúde e, sob minha presidência, a APECIH realizou o Primeiro Congresso Brasileiro em controle de infecção no ano de 1989, com quase 2 mil participantes.

Na década de noventa participei ativamente do primeiro programa brasileiro de qualidade hospitalar, o CQH da Associação Paulista de Medicina / Conselho Regional de Medicina, coordenando as atividades do NACIH (Núcleo de Apoio ao Controle de Infecção) e coordenei a equipe editorial do livro Infecção Hospitalar e suas Interfaces na Área da Saúde, que ganhou o Prêmio Jabuti como a melhor publicação em ciências naturais e saúde (única obra sobre o tema e receber essa honraria).

Neste século, fui presidente da Associação Brasileira de Profissionais em Controle de Infecção (ABIH) e com toda experiência acumulada em minha carreira profissional, focada na prevenção, controle e desenvolvimento de competências no combate às infecções hospitalares fui convidado para a coordenação de cursos de especialização em controle de infecção e em áreas afins, que tiveram até agora cerca de 4 mil pós graduandos, aos quais, em conjunto com uma equipe formadora de opinião, que me acompanha em toda trajetória profissional, desenvolve conhecimento, capacidade e comprometimento com a saúde coletiva, via prevenção e controle de infecções relacionadas à assistência à saúde, em todas as suas interfaces sociais, econômicas, éticas, ecológicas e políticas.

Antonio Tadeu Fernandes

 

Boletim CCIH

Fique por dentro das novidades inscrevendo-se em nossa newsletter!